terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Carnaval na Sauna Up

Eai galera,
Esse Ano a Up Club está com uma mega programação de carnaval, pra fazer o primeiro carnaval da cena gay mais comentados de  Uberlândia.
A Programação inicia no dia 05 de fevereiro e vai até o dia 09
Se Liga ai:

Sexta (05/02)- Fetiche

Sábado (06/02)- Carnasuruba (Open Bar)

Domingo (07/02)- Baile dos Dotados

Segunda (08/02)- Dia da Cueca Vermelha

Terça (09/02)- Splash

E o melhor é que você pode economizar comprando o combo pra ir todos os dias e farrear muito:


Se liga ai na chamada de carnaval da Up Club





segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

#AMelhorPegaçãodaMinhaVida! Humilhado e Fodido

Enviado por: arnsan2015@outlook.com

Tenho uma tara que cultivo há muito tempo. Gosto de ser capacho de muleque. Como viajo muito, em geral eu me hospedo em hotéis e entro nas salas de bate-papo para encontrar o que procuro. Tenho 49 anos, 175 alt 73 kg, branco, olhos verdes. Gosto de muleques que curtem esculachar comigo. Gosto de apanhar, de levar mijão na boca, de ser cuspido, esporrado e agora - recentemente - adquiri o hábito de lamber pé sujo de muleque que anda descalço o dia inteiro.
A história que vou contar ocorreu em fevereiro de 2015 no Rio de Janeiro. Entrei numa sala de bate-papo e conheci um cara de uns 25-26 anos que disse que adorava fazer um viado de capacho. Ele tinha uma pequena kitinete no bairro da Lapa, no centro do Rio. Contei-lhe sobre minha tara e ele me perguntou se eu não gostaria de ser humilhado por ele e mais uns amigos. Achei que era trote. Disse que sim mas meus compromissos profissionais só me possibilitariam participar dessa orgia depois das 18 horas.
Estava no escritório da empresa com a cabeça em outro lugar. Imaginando o que me aguardava. Terminado o expediente fui para o hotel, coloquei uma bermuda, chinelo havaiana e fui correndo para o endereço que ele me passou.
Chegando lá toquei o interfone e o cara demorou para atender. Achei que seria mais uma daqueles canos que a gente toma na internet. Finalmente ele atendeu ao interfone e me pediu para aguardar 3 minutos. Meu coração estava a mil.
Passou o tempo ele mesmo desceu para abrir a porta do prédio que não tinha porteiro. Me cumprimentou. Na subida (dois lances de escada), já foi me cuspindo na cara e me xingando de "verme, seu viado, puto, otário". Quando ele abre a porta da kitinete tinham 4 cafuçus, uns muleques meio rudes, meio marginais só de short. Aí ele me apresentou:
"Ai galera, esse é o Ricardo, que eu falei pra vocês que tinha conhecido na sala de bate papo. Ele gosta de ser capacho de muleque". Os caras já me botaram de joelho e eu fui sendo humilhado. Tapão na cara, cuspida gosmenta, nojenta, e começou uma sessão de humilhação. Lambi o pé deles, me obrigaram a deixar a sola do pé limpinha. Apanhei de havaiana na cara.
Eu tinha levado cerveja em lata que o meu anfitrião pediu. E os caras sentados no sofá pelados, assistindo porno e tomando cerveja enquanto o otário aqui ajoelhado e revezando as rolas na boca. E dá-lhe tapa na cara, cuspida.
Eu tava no êxtase.
Os lekes iam mijando numa garrafa de plástico para guardarem para depois. E eu ali ajoelhado e submetido a todo tipo de humilhação por cinco caras que não tinham o menor respeito por mim. Minha língua chegou a ficar áspera de lamber o pé sujo deles.
Eles não deixavam eu me masturbar. Fiquei no centro da sala e eles em volta batendo uma enquanto eu mamava um e outro e depois de um tempo começou a sessão de esporra. Os lekes, que deviam ter de 22 a 25 anos, com suas rolas entre 17 e 22 centimetros, começaram a gozar. No espaço de uns 5 minutos, acho que foi até menos, eles gozaram na minha cara.
Meu rosto ficou nojento de tanto esperma, cuspe e sujo de eles esfregarem o pé sujão no começo. Apesar da humilhação e de me fazerem sentir-se um bosta, adorei a experiência. Pedi para me lavar e a surpresa foi que eles só deixariam se eu tomasse pelo menos um copo daquela urina. Disse que não, mas não tive como fugir dessa obrigação. Consegui negociar com eles para pelo menos tomar o mijão com cerveja, o que eles foram legais de aceitar. Assim, tomei dos copos de cerveja misturada com mijão dos muleques.
No final, quando eu me preparava para ir embora, o anfitrião e os quatro lekes me obrigaram a limpar a sala e deixar tudo em ordem antes de ir. Ao terminar tudo, nos despedimos cada um a sua maneira, prevalecendo as ofensas e tapas na cara. Um deles, o mais marginalzinho, pediu para eu ajoelhar e soltou um peido na minha cara. Os outros gargalharam. Fui para o hotel me sentindo um bosta.

Curtiu? Esse viadinho está em Uberlândia, se quiser ter ele como capacho para você e amigos, o e-mail dele é arnsan2015@outlook.com

Participe! #AMelhorPegaçãodaMinhaVida! Envie sua historia para
segredosglsudia@gmail.com

sábado, 16 de janeiro de 2016

Truvada : O Remédio que pode previnir o hiv



O remédio não é novo: a dupla de compostos tenofovir e emtricitabina foi sintetizada pela primeira vez pelo laboratório Gilead em 2004, e já era usada desde então em conjunto com outros antirretrovirais para o tratamento de portadores do HIV em várias partes do mundo.

Um novo método atesta que tomar um comprimido por dia do tal remédio impede, de forma altamente eficaz, a soroconversão de quem não tem o vírus. É como uma camisinha em nível celular, que impede o vírus de se reproduzir em uma pessoa não portadora.

O estudo original que propôs a PrEP diária é chamado iPrEx e testou a eficácia do método com não portadores de HIV em seis países, incluindo o Brasil. o estudo contou com 2.499 voluntários de alto risco de contágio, homens e mulheres trans que fazem sexo com homens. Metade dessas pessoas receberam o Truvada, e a outra metade um placebo. Todos foram acompanhados com orientação psicológica e testes constantes para monitorar a saúde. O resultado foi bem animadores. Foram registrados resultados de até 99% entre os que tomaram diariamente o remédio.

Segundo os pesquisadores, durante esse período, nenhuma pessoa que tomou o medicamento pelo menos quatro vezes na semana contraiu o HIV. Além disso, usar o Truvada apenas duas ou três vezes por semana parece reduzir o risco da doença em comparação com ingerir a droga com menor frequência ou não seguir o tratamento.

Efeitos colaterais como tonturas, diarreias e dores de cabeça foram de fato registrados em alguns casos, sempre nas primeiras semanas de tratamento até o organismo se acostumar com o medicamento.

As pesquisas demonstram que a maior proteção do tratamento acontece com o uso diário da pílula e se o método for associado a outras medidas de segurança, principalmente o uso de preservativo.

Segundo o jornal “O Globo”, o Ministério da Saúde pretende incluir o Truvada à lista dos medicamentos distribuídos gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), no começo desse ano. O medicamento já foi aprovado pela Anvisa, mas ainda não foi incorporado no Brasil.
Ainda segundo “O Globo”, nenhum país do mundo inclui o Truvada em sua política pública de saúde. Nos Estados Unidos, na Tailândia e na Malásia, o uso do remédio já foi liberado, e o fármaco é vendido regularmente.

Vejam agora nesse vídeo como funciona a replicação do HIV no Corpo Humano e a ação dos
medicamentos Anti-Retrovirais








segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Próxima sexta tem "Sexta Sexy" na Up Club

Eai galerinha, nessa próxima sexta - feira do dia 15 de janeiro tem mais uma edição da sexta sexy, com aquele open bar pra deixa todo mundo bem solto e ainda com um show erótico ao vivo, então não perca tempo coloque já seu nome na lista pra pagar mais barato na entrada CLICANDO AQUI
Vem deixar sua sexta mais sexy na Up Club

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Bunda de Homem

Gostando de homem ou de mulher, é fácil encontrar tarados por bundas por aí. Difícil achar hoje em dia quem não curte uma bunda gostosa de pegar, dar beijinho ou até morder! Seja qual for a preferência sexual do homem, a bunda é uma das nossas partes íntimas que sempre causa fascínio. Nossa fama no exterior é justamente fazer o mundo inteiro aprender a falar bunda! E ter uma bunda sexy é, com certeza, uma fantasia masculina, seja no sentido de possuir propriamente um belo traseiro, ou de ter nas mãos (ou etc.)
Os homens apostam nas calças justas, marcando a bunda para mostrá-la da forma mais sensual. Uma calça social ou de farda, costuma vestir muito bem um traseiro, ou qualquer outra com o gavião mais apertado.
Outros, além de já possuírem uma bundona, destacam-na ainda mais com roupas que não sabemos como entraram de tão apertadas, ou de tecidos transparentes mostrando a marca da cueca ou de que está sem.
E este exibicionismo de bunda vai além da escolha de um jeans apertado, shortinhos ou tapa-sexo. Nos bailes funk ou no requebra do axé, muitos homens curtem mesmo é dançar rebolando,descendo até o chão, empinando a bundinha e dando até tremidinha de cachorra...
Hoje vou postar um vídeo desse jeitinho pra você que curte, com muitas bundas, muitos treme-treme
O vídeo é da musica "Quero ver bumbum tremer" do cantor David Ricco



David Ricco  nasceu em Uberlândia no estúdio de Rudinei ( produtor musical do grupo kaçamba e d'corpo inteiro entre vários outros artistas ) atualmente lançou seu primeiro áudio pop funk oficial, a coreografia faz um review de parará tibum misturando o pop, o cantor tem como referência Anitta, Carol conka, Naldo, MC r1, Iggy ... David ricco vai lançar novos funks em breve ( dominadora - eh o proximo hit) na região! Seu produtor disse que há grandes possibilidades de sucesso pois não há ninguém em minas que está fazendo um trabalho nesse nivel, Olival Alves Neto é seu verdadeiro nome e vem de Uberaba, 24 anos de idade, estudou no conservatório da cidade e atualmente estuda canto lírico na UFU, participou de musicais, festivais de dança contemporânea e também gravou curtas. O artista diz que na sua área é necessário saber cantar dançar e atuar.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Motivos para transar com um gordinho

Eles podem até não chamar muito atenção na rua, na festa ou no aplicativo. Podem deixar a desejar nos esportes, podem reprovar no teste da calça 40 e podem até te matar de vergonha no buffet livre…

Mas, uma coisa é fato: é na cama que eles se destacam! Quando o assunto é sexo, os gordinhos desbancam qualquer concorrência. E isso não sou eu quem estou dizendo…

De acordo com estudo – polêmico e surpreendente – homens com excesso de peso têm melhor desempenho na hora H.

Tenho um amigo que, sabiamente, sempre fala: “quem vê cara não vê coração e quem vê corpo não vê boa rola”. E não é a ciência comprovou que ele tem mesmo razão?
Que estudo é esse?

A investigação realizada por científicos da Universidade de Erciyes, na Turquia, revelou que quanto maior o Índice de Massa Corporal (IMC), maior é a duração do ato sexual.

Por um ano, os especialistas analisaram 200 homens e descobriram que aqueles com a barriga levemente avantajada conseguiram manter o ritmo por cinco minutos a mais do que os saradões.
É sério?

Sim, Os gordinhos aguentam o “tranco” por mais tempo.

Os donos de IMC mais altos levam, em média, 7,3 minutos para ejacular, enquanto os homens com abdômens trincados não chegam aos dois minutos e sofrem de ejaculação precoce com mais frequência.

Para comparar, imagine que um cara faça sexo 100 vezes no ano. Se ele for do time dos gordinhos, vai conseguir penetrar o parceiro por aproximadamente oito horas – um dia inteiro de trabalho – a mais do que um cara sem barriga.
Mas por que isso acontece?

Segundo os especialistas, os homens com muita gordura abdominal produzem um hormônio chamado estradiol , que faz com que o orgasmo masculino retarde um pouco mais, tornando as relações mais duradouras.
Seria, então, o caso de procurar um gordinho?

Vamos esclarecer uma coisa: o que você deve procurar é um boy que te complete em todos os sentidos, sem levar em consideração estereótipos ou conceitos impostos pela sociedade. Não interessa se é gordo, magro, ruivo, moreno, surdo ou mudo. O que interessa de verdade é se há amor.

Agora, respondendo a pergunta acima, seria, sim, o caso de passar a considerar sair com gordinhos que antes você nem sequer olhava.

Existe um pensamento geral de que o excesso de peso atrapalha a performance sexual masculina. Entre os gays então, que geralmente cultuam corpos esculturais como sinônimo de masculinidade, nem se fala. Mas já vimos aqui que isso não é verdade.

Ter relacionamento com uma pessoa gordinha tem lá suas vantagens, então, antes que você venha com preconceitos ou críticas, leia essa matéria até o final.

Aqui 5 bons motivos para olhar aqueles quilos a mais com outros olhos:

#1. Gordinhos são mais atenciosos e gentis

É o que dizem por aí: talvez para compensar a falta de forma física, gordinhos são extremamente atenciosos e gentis com os companheiros.

E mais: geralmente, são carinhosos e não têm vergonha de mostrar seu afeto em público, principalmente com seus namorados. Eles adoram abraçar, beijar, fazer carinho, falar coisas bonitinhas no ouvido e tudo o mais que o boy precisar.

Além disso, pessoas acima do peso costumam ser mais humildes. O motivo? São traumatizadas por, em algum momento, terem sofrido bullying. Então, elas (quase) nunca se colocam acima de ninguém.

#2. Gordinhos são mais ousados

Segundo entrevistados, gordinhos são menos egocêntricos, sua maior preocupação é causar uma boa impressão na cama. E daí vale tudo, inclusive experiências mais ousadas.

#3. As suas imperfeições não terão importância

Estar com um homem em perfeitas condições físicas é ter frequentemente ressaltada a própria falta de disciplina. Isso porque, involuntariamente, os gays tendem a se comparar e por vezes se sentem “inferiorizados” quando não correspondem o gostosão na mesma linha fitness.

Transando com um fofinho, ao contrário, os seus defeitos serão deixados de lado, dando lugar a um sexo livre de vergonhas e falta de autoestima. Estar ou não em forma passa a não ter importância.

#4. O seu corpo não será criticado

Os gordinhos já escutaram duras críticas sobre aquelas gordurinhas a mais na vida. Tudo que eles menos querem, na hora do sexo, é trocar julgamentos sobre as consequências dos excessos gastronômicos do final de semana.

Transe com alguém não em dia com a balança e o seu corpo não será visto com maus olhos.

#5. Você terá menos neuras

Se ele não tem neuras, consequentemente, o parceiro também não tem! Afinal, nenhum precisa se encaixar em estereótipos superficiais e isso fica claro entre os dois.

Gordinhos são resolvidos com próprio corpo e não ficam buscando padrões inalcançáveis – o que pode te inspirar a viver melhor consigo mesmo.

Lembre-se: a verdadeira beleza é a interior!

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

#AMelhorPegaçãodaMinhaVida! No Parque Sabia

Aqui em Uberlândia existe um parque público chamado parque sabia. É um local legal pra passear e encontrar os amigos, além de existirem trilhas na mata onde o pessoal curte uma pegação.
Naquele dia eu estava com vontade de curtir uma boa putaria, então fui ao parque já na parte da tarde por volta das 18:30, sendo que o parque só fechar as 22: 00 daria tempo pra passear e procurar uma diversão com algum carinha legal.
Cheguei como de costume e fui andando para os fundo do parque onde ficam as áreas de mata e as trilhas, logo depois dos quiosques e banheiro
Fiquei andando daqui pra la,de la pra ca e entrei na trilha enfrente o lago, Após um tempo começou a chegar alguns caras para ""pegação"".
Passava vários caras, alguns até bonitos,mas a maioria era composto de passivos.Fiquei ali,na minha, só aguardando o momento em que surgisse um cara gostoso e ativo do jeito que eu gosto. Eu curto caras pauzudos,mas não levo em conta apenas esse ""detalhe"",para mim o papo,a pegada e outras coisinhas também são levadas em consideração.Tenho 1:84 de altura,sou moreno,76k,malhado e passivo e aprecio quando o cara tem um porte físico que me faça me sentir pequeno em seus braços.Foi caindo a noite e mais carinhas surgiam pela penumbra que se formava. Foi quando o Valter apareceu um pouco distante.Quando vi aquele homem se aproximando por detrás das folhagens das arvores estremeci.Era um ""Deus grego""em forma humana.1,94 de altura,cabelos levemente grisalhos e um porte físico compatível com sua altura.Ele passou por mim e deu aquela pegada no pau que é um sinal claro entre os gays quando eles estão a fim de você,Entendi a mensagem na hora e fui logo passando a mão no meu pau que estava duro só de ver o Valter.Ele foi caminhando em direção ao fundo do parque bem próximo,onde poucas pessoas passam ao anoitecer.Eu fui seguindo e de imediato ja fui tirando minha camiseta,pois tenho um corpo definido e minha cintura é fina.Não é por nada não,mas minha bunda é muito redondinha e durinha,o que deixa os caras doidos,então procuro logo de cara explorar minhas virtudes quando estou com um cara tesudo.E o Valter era muito gostoso.Chegamos no fundo do parque e ele ja foi tirando o pau pra fora da calça,que pau era aquele,uns 21cm de rola duraça ali na minha frente.Não dissemos nada,ele já foi colocando a mão em minha cabeça e conduzindo em direção ao seu pau.Segui sua orientações.como todo passivo,e cai de boca naquele pau gostoso.Era grosso e carnudo e logo ele estava todo deslisante de saliva.Valter conduzia minha cabeça num vai e vem frenético,devagar e logo em seguida tão rápido que eu sentia falta de ar.Mas tenho muita experiencia num boquete e dificilmente alguém me faz engasgar.Depois de muita rola na garganta,levantei e perguntei ""Você curte meter""?.Ele disse que sim,só dai ouvi sua voz,e que voz,tão grave que meu ouvido parecia estar ouvindo um Tenor!!Peguei um camisinha e dei para ele colocar,mas o pau era tão firme que a camisinha parecia pequena,e era realmente,ele foi de vagar e colocou direitinho.Daí ele disse,""Empina esta bundinha pra mim"!!Virei,empinei e senti aquela cabeça do pau sendo introduzida dentro do meu cú.

Que loucura foi aquele momento,me sentia sendo rasgado de tanto tesão que estava concentrado no pau do Valter.Ele começou aquele entra e sai devagar,depois foi acelerando e gemendo.Eu,louco de tesão dizia pra foder com tudo,falava que queria sentir ele me estocar até sentir o saco roçar minha bunda,e ele atendia minha vontade.Começou a hurrar de tesão,eu ouvia sua virilha estalar em minhas nádegas,era a realização.Ele disse que estava para gozar,mas queria gozar em minha cara,então consenti,afinal o cara era muito gostoso,tinha me dado uma sensação que a muito não sentia.Ele tirou o pau de dentro do meu cú,retirou a camisinha e começou a bater uma punheta rapida bem na minha cara. Derrepente ele parou e apontou o pau em minha direção.Não deu mais pra segurar,um jato poderoso de porra começou a sair daquele pau,veio um, dois, três jatos fortes em minha cara.Foi tanta porra que começou a escorrer,retirei um lenço de papel que estava previamente em meu bolso e comecei a retirar o excesso.Mas o pau ainda estava ali já meio relaxado e eu olhei para ele e cai de boca,pois queria até a ultima gota de porra daquele pau.Enquanto sugava o que sobrou,bati uma punheta rápida e gozei.Nos recompomos e caminhamos em direção a saída do parque.O Valter disse que adorou minha bunda e que gostaria de repetir outras vezes.Disse que só poderia ser nos fins de semana e eu concordei.Então eu passei a sair sempre mais cedo para o serviço e dou uma passada no parque para ver se encontro o Valter.E quando encontro....vocês ja podem imaginar o que acontece!!!